Esmagar a conspiração desestabilizadora da ultra-direita

por PCV

O Partido Comunista da Venezuela (PCV) condena a nova acção desestabilizadora da ultra-direita encabeçada pelo títere Juan Guaidó e o reincidente fugitivo da justiça venezuelana Leopoldo López, os quais ao serviço do imperialismo estado-unidense continuam no desenvolvimento de golpe de Estado.

Perante esta nova escalada desestabilizadora, o PCV e a JCV activaram a movilização nacional e convocam todo o povo organizado a derrotar as acções terroristas que a oposição apátrida tenta realizar em cada rincão do país.

Hoje mais do que nunca cabe à Força Armada Nacional Bolivariana, em conjunto com todo o povo, manter sua unidade e coesão interna, avançar aprofundar a unidade cívico-militar em defesa da soberania, da independência da pátria e das conquistas alcançadas pelo povo trabalhador da cidade e do campo.

O PCV e a JCV apelam à organização e à mobilização activa do povo trabalhador rumo a Miraflores para rechaçar as acções terroristas de sectores da ultra-direita. Além disso, ratificam a convocação à maior mobilização operária, camponesa, comuneira e popular para amanhã 1 de Maio.

Pela Comissão Política do Comité Central do PCV:
Oscar Figuera
Secretário-geral

30/Abril/2019
O original encontra-se em prensapcv.wordpress.com/...

Esta declaração encontra-se em http://resistir.info/ .
01/Mai/19